Sexta-feira, 17 de julho de 2009 03:30 pm

Erramos

Mensagem


Funções iguais devem ter estruturas iguais. É a lei do paralelismo, que deve ser observada em períodos e enumerações. Hoje bobeamos. Na pág. 8, damos 13 dicas para evitar quedas de crianças. As 12 primeiras recorrem ao imperativo. A última vacila. Lança mão de outra estrutura. "Não deixe crianças brincar próximas de barranco" deveria estar em lugar de "Crianças não devem brincar próximas a barrancos".

Votos: 0
Tags: dad    dicas    português    erramos    paralelismo 

|

Sexta-feira, 17 de julho de 2009 12:30 pm

Protesto



Valor Econômico – 17/07/09

 

Avant Première

 

Sem reforma ortográfica. O espírito combativo dos acreanos manifestou-se quinta-feira, quando, em reunião na Assembleia Legislativa do Estado, oficializaram a decisão de não obedecer o novo acordo ortográfico. Pelas novas regras gramaticais, o gentílico acreano deve virar "acriano". Em sessão lotada, membros da Academia Acreana de Letras (AAL), da Universidade Federal do Acre (Ufac) e políticos decidiram não respeitar o acordo.


Antes da Reforma ortográfica, havia as duas formas -- acreano e acriano. Agora a primeira foi cassada. Daí o protestos.

Votos: 0
Tags: dad    dicas    português    reforma  ortográfica    acreano    acriano 

|

Sexta-feira, 17 de julho de 2009 12:00 pm

Tamanho família




O pizzaiolo lulista rendeu. Em comentário no Jornal das Dez , Cristiana Lobo disse que Lula "fez licença poética". Será? Licença poética é concessão pra lá de especial pra criaturas pra lá de especiais. A língua não pode funcionar como camisa de força e inibir a expressão do artista. Ele tem, por isso, a liberdade de pisar grafias, concordâncias, regências, pontuações, etc., etc., etc. "Cacilda Becker morreram", escreveu Drummond amparado no direito que a criação lhe assegura.


"Os senadores são bons pizzaiolos", disse Lula. O presidente recorreu a figura de linguagem. Qual? A imagem. Pra chegar a ela, o raciocínio passa por etapas:


1ª — comparação : Os senadores são como bons pizzaiolos. A criança é tal qual anjo. (Aparecem, aí, os elos comparativos como e tal qual ).


2ª — imagem: Os senadores são bons pizzaiolos. A criança é anjo . (No caso, desaparecem os elos comparativos).


3ª — metáfora: Os pizzaiolos (= senadores) entraram em recesso. Anjos (= crianças) precisam de cuidados . (Viu? O elo e o primeiro elemento da comparação sumiram. O segundo passou a significar o primeiro.)


Moral da história: pizza  engorda e confunde .

 


Votos: 0
Tags: dad    dicas    português    figuras  de  linguagem    comparação    imagem    metáfora 

|

Sexta-feira, 17 de julho de 2009 08:00 am

Mudanças no Volp



Olha o papelão da Academia Brasileira de Letras. Os acadêmicos lançaram uma errata à 5.ª edição do Vocabulário ortográfico da língua portuguesa (Volp) na surdina. N ão divulgaram nada. Nela corrigem erros do dicionário. Quais? Dê uma espiadinha no endereço abaixo:


http://www.academia.org.br/ abl/cgi/cgilua.exe/sys/start. htm?sid=19


Votos: 0
Tags: dad    dicas    português    volp    reforma  ortográfica    correções 

|

Quinta-feira, 16 de julho de 2009 03:00 pm

Erramos

Mensagem


"Assim, ele e outros 1,2 milhão de garçons vão incorporar esse ganho extra aos salários", escrevemos na capa. Reparou no tropeço da concordância? Um é singular. O adjunto que o antecede exige o singular: Assim, ele e outro 1,2 milhão de garçons vão incorporar esse ganho extra aos salários.

Votos: 0
Tags: dad    dicas    português    erramos    concordãncia    um  milhão 

|

Quinta-feira, 16 de julho de 2009 01:00 pm

Sem bobeira



Cara a cara, face a face, gota a gota, uma a uma grafam-se assim -- sem crase. São expressões escritas com palavras repetidas.

Votos: 0
Tags: dad    dicas    português    crase    palavras  repetidas    cara  a  cara    gota  a  gota    face  a  face    uma  a  uma 

|

Quinta-feira, 16 de julho de 2009 12:05 pm

Que decepção!



E o Cruzeiro, hein? Que pena! Os brasileiros torciam pela Raposa. O azul e branco levantaria pela terceira vez a Taça Libertadores da América. Não levantou. Deixou a glória para o Estudiantes. A equipe argentina levou o troféu pela quarta vez. O resultado deixa uma  dúvida. O Cruzeiro seria tri-campeão ou tricampeão?


Guarde isto: p refixos que indicam vezes obedecem às duas regras de ouro do emprego do hífen. Usam o tracinho quando o prefixo for seguido de h ou letra igual à letra final do prefixo . No mais, é tudo colado : bi-histórico, bi-indicado, tri-hipótese, tri-indicação , bicampeão, tricampeão. E por aí vai.

Votos: 0
Tags: dad    dicas    português    hífen    reforma  ortográfica    bi    tri 

|

Quinta-feira, 16 de julho de 2009 12:01 pm

Olho na dissílaba



A sílaba tônica de ibero? É BE: iBEro-americano, iBEro-asiático, iBEro-africano.

Votos: 0
Tags: dad    dicas    português    pronúncia    ibero 

|

Quinta-feira, 16 de julho de 2009 12:00 pm

Pimenta nos olhos da outra...



Hillary Clinton apareceu com o braço enfaixado. Está com inflamação no cotovelo. As más línguas tiraram proveito da dor alheia. Em alusão às puladas de cerca do maridão, dizem que  a secretária de Estado americana está com dor de cotovelo. Repórteres se apressaram a noticiar a fofoca. Na hora de escrever, ops! Com hífen ou sem hífen ? Dor de cotovelo joga no time de pé de moleque, anjo da guarda, mula sem cabeça, tomara que caia, dia a dia . São palavras compostas por vocábulos ligados por preposições, conjunções, pronomes (de, sem, que, a). Com a reforma ortográfica, essa moçada ficou livre e solta — sem tracinho.


Atenção, muita atenção. Não generalize. Se o composto nomear criaturas do reino animal ou vegetal, permanece ligadão. Assim: joão-de-barro, bicho-do-pé, pimenta-do-reino, castanha-do-pará.

 


Votos: 0
Tags: dad    dicas    português    reforma  ortográfica    hífen      de  cotovelo 

|

Quinta-feira, 16 de julho de 2009 11:00 am

Lincoln Greco quer saber



Dad, não se usa mais o futuro? Hoje mesmo, li:" Bruno Chateaubriand vem sexta-feira a BH". Eu diria "virá sexta-feira". Muitos dizem: "Vou a Sampa amanhã". Acho melhor: "Irei a Sampa amanhã". Oriente-me , por favor.


Lincoln, o presente é guloso que só. Além de indicar o  tempo presente, indica o futuro e o passado. Por isso dizemos de peito aberto e cabeça erguida: No mês que vem vou a São Paulo . Mao Tsé Tung morre. O povo chora. O corpo fica exposto na Praça da Paz Celestial para visitação pública .

Votos: 0
Tags: dad    dicas    português    verbo    tempos  e  modos  verbais    presente    passado    futuro 

|

Quarta-feira, 15 de julho de 2009 06:00 pm

Erramos



"Acidentes com vítimas fatais não são comuns nas comerciais da Asa Sul", escrevemos na pág. 25. Vale o repeteco. Fatal é o que mata. O acidente mata. É fatal. A vítima, coitada, não mata. Morre. Não é fatal.

Votos: 0
Tags: dad    dicas    português    erramos    fatal    vítima  fatal 

|

Quarta-feira, 15 de julho de 2009 02:00 pm

É machinho sim, senhor



A Austrália está sob risco de novo tsunami? A imprensa diz que sim. Pelo sim, pelo não, vale a dica. Tsunami é palavra masculina. 

Votos: 0
Tags: dad    dicas    português    gênero    tsunami 

|

Quarta-feira, 15 de julho de 2009 10:00 am

Olha o que disse o Chico




"Escrever é uma chatice."

Votos: 0
Tags: dad    dicas    português    citação    chico  buarque    escrever 

|

Quarta-feira, 15 de julho de 2009 12:05 am

O desnecessário sobra




"José Sarney mandou anular todos os atos secretos", anunciou William Boner no Jornal Nacional . "O presidente do Senado decidiu anular todos os 663 atos secretos do Senado", noticiou André Trigueiro no Jornal das Dez . O que os enunciados têm em comum além de divulgar a canetada? O desperdício. Apresentadores teriam poupado sílabas, minutos e a paciência do ouvinte se tivessem dispensado o "todos". A razão? A presença do artigo dá o recado — são todos. Compare:


Sarney anula atos secretos.

Sarney anula os atos secretos.


O primeiro enunciado informa que Sarney anulou alguns atos secretos. Outros permanecem válidos. No segundo, o recado muda de enredo: todos os atos perderam a validade.


Mais exemplos:


Sarney anula 663 atos secretos.

Sarney anula os 663 atos secretos.


Viu? A ausência do artigo não deixa dúvida: há mais atos secretos que os 663 jogados na lixeira. Sua Excelência invalidou alguns. A presença do pequenino engloba a totalidade. Não deixa nenhum escondidinho de fora.


Em suma: o desnecessário não é necessariamente errado. Mas sobra. Xô! 


Dica 1


Ser claro é obrigação de quem fala ou escreve. Ao afirmar "os pediatras de Brasília cruzam os braços", o falante engloba os médicos que cuidam da criançada de A a Z. Se não são todos, o ozinho não tem vez: Pediatras de Brasília cruzam os braços.


Dica 2


"A generalização é burra", disse Nelson Rodrigues. Com razão. A regra vale para o artigo plural. No singular, a história segue outro curso. A presença do o ou a , muitas vezes, abrange toda a espécie: O homem é mortal. O professor faz o aluno. O mico-leão-dourado corria risco de extinção. Safou-se.

 


 


Votos: 0
Tags: dad    dicas    português    artigo  definido    todos  os 

|

Quarta-feira, 15 de julho de 2009 12:03 am

Lembrete



Atenção, muita atenção. Recém se escreve sempre com hífen: recém-nascido, recém-chegado, recém-empossado.

Votos: 0
Tags: dad    dicas    português    hífen    grafia    recém 

|

Quarta-feira, 15 de julho de 2009 12:02 am

Escreva certo



Sabia? Raios X se escreve assim.

Votos: 0
Tags: dad    dicas    português    grafia    raios  x 

|

Quarta-feira, 15 de julho de 2009 12:02 am

Leitores perguntam


O que é diatribe?

Silviana Moreira, lugar incerto


Diatribe, Silviana, tem a ver com discussão. Trata-se de crítica acerba, discurso ou escrito violento e injurioso. Vale o exemplo de Sílvio Romero: Desde a mais desbragada diatribe, a sátira mais cruel, até a censura mais leve, a tudo se chama crítica.


***


Aprendi que, ao  recorrer a  siglas, preciso ter um cuidado. Primeiro escrevo o nome completo e, depois, a sigla. É isso mesmo?

Flávio Cruz, Lugar desconhecido


Quem escreve tem de ter pena do leitor. Ele não é obrigado a conhecer a sigla. Por isso,  cita-se o nome primeiro e a redução depois: Organização das Nações Unidas (ONU), unidade de terapia intensiva (UTI), Companhia de Eletricidade de Brasília (CEB).

.

Votos: 0
Tags: dad    dicas    português    leitores  perguntam    diatribe    siglas    grafia    significado  de  palavras 

|

Terça-feira, 14 de julho de 2009 06:25 pm

Dicas para Concursos

Votos: 0
Tags: Dicas  para  Concursos 

|

Terça-feira, 14 de julho de 2009 03:00 pm

É pleonasmo



Pequenos detalhes? É pleonasmo. Joga no time do subir pra cima, descer pra baixo, entrar pra dentro ou sair pra fora. Toda subida é pra cima, toda descida é pra baixo, toda entrada é pra dentro, toda saída é pra fora. E, claro, todo detalhe é pequeno. Basta detalhe .

Votos: 0
Tags: dad    dicas    português    pleonasmo    pequeno  detalhe 

|

Terça-feira, 14 de julho de 2009 02:30 pm

Erramos

Mensagem


"A luta de classes retratada pelo Nobel de literatura é filmada em cenário brasiliense e retratada no curta-metragem Nós vivendo ", escrevemos na capa do Diversão&Arte. Repetição desnecessária, não? Sugestão: A luta de classes retratada pelo Nobel de literatura é filmada em cenário brasiliense e exibida no curta-metragem Nós vivendo .

Votos: 0
Tags: dad    dicas    português    erramos    repetição    estilo 

|

Terça-feira, 14 de julho de 2009 10:00 am

Olho vivo



Autosserviço se escreve assim -- colado e com dois ss.

Votos: 0
Tags: dad    dicas    português    grafia    autosserviço 

|

Terça-feira, 14 de julho de 2009 08:00 am

Caminho das Índias




Você acompanha Caminho das Índias ? Então viu o capítulo de ontem. Seu Cadore chama o filho e lhe dá notícias bombásticas sobre a montanha de dinheiro do irmão, Raul. Surpreendido, Ramiro pergunta por que não fora informado antes. O pai não deixa por menos:


— Com esse gênio intempestivo, você prejudicaria a investigação.


Ops! O ilustre senhor caiu em esparrela pra lá de comum. Confundiu "intempestivo" com explosivo. Esqueceu-se do dicionário. Aurélio, Houaiss & cia. definem com clareza. Intempestivo tem a ver com tempo. Significa o que ocorre em ocasião impropícia , inoportuna, fora do tempo . Os advogados adoram o palavrão. Volta e meia se lê que o "recurso foi ajuizado intempestivamente". Em bom português: fora do prazo.

 


Votos: 0
Tags: dad    dicas    português    emprego    independente    independentemente 

|

Terça-feira, 14 de julho de 2009 07:55 am

É guerra


A guerra das telefônicas pega fogo. Economia é a palavra de ordem. Algumas empresas abusam. Além de poupar no bolso, poupam na língua. "Falar fica mais barato com a Tim independente do tempo de ligação", diz a propaganda. Bobeou. O texto trocou o advérbio pelo adjetivo. Independente significa livre. Não é o caso. O anúncio quer dizer "sem levar em conta. É a vez do independentemente : Falar fica mais barato com a Tim independentemente do tempo de ligação. O Brasil ficou independente de Portugal em 1822.

 


Votos: 0
Tags: dad    dicas    português    independente    independentemente 

|

Terça-feira, 14 de julho de 2009 12:05 am

Como é?

 

 

Gente, exceção se escreve assim. Olho vivo!

Votos: 0
Tags: dad    dicas    português    grafia    exceção 

|

Segunda-feira, 13 de julho de 2009 04:00 pm

Erramos



"Orgãos públicos federais gastaram R$ 15,2 milhões para custear premiações", escrevemos na pág. 8. Cadê o acento de órgãos? A reforma ortográfica não atingiu nenhum a regra que exige acento por a palavra ser oxítona, paraxítona ou proparoxítona. No caso, órgãos pede grampinho por ser paroxítona terminada em ditongo.

Votos: 0
Tags: dad    dicas    português    erramos    acentuação  gráfica    paroxítona    reforma  ortográfica    órgãos 

|

Segunda-feira, 13 de julho de 2009 09:50 am

Leitor comenta




Oi Dad,
 

Na conjuntura atual, você escreveria congresso brasileiro, supremo tribunal federal e poder executivo com maiúsculas ou minúsculas?
 

Eu só escrevo com minúsculas. Há determinadas regras que você DEVE MUDAR em vista dos acontecimentos. A letra inicial maiúscula de cada um, demonstraria um respeito que poucos brasileiros tem pelo órgão e por aqueles que o ocupam. Os motivos? tenho muitos. A falta de respeito, repito,  é o primeiro deles.
 

Te cuida
 
Paulo Emanoel Soares
Rio de Janeiro

Votos: 0
Tags: dad    dicas    português    maiúsculas    minúsculas    comentário 

|

Segunda-feira, 13 de julho de 2009 08:00 am

O sub



Inácio Loyola pergunta: "Subamostra? Sub-amostra? Afinal, a palavra tem ou não tem hífen?"


Inácio, a reforma ortográfica determinou: sub-só aceita hífen quando seguido de b e r (sub-bloco, sub-base, sub-raça, sub-regional). No mais, é tudo colado (subamostra, subsolo, suburbano).

Votos: 0
Tags: dad    dicas    português    grafia    hífen    sub 

|

Segunda-feira, 13 de julho de 2009 06:30 am

Gentileza


O sujeito vai ao médico. O andar cambaleante e os olhos esbugalhados denunciam que está de porre. Durante a consulta, vêm as perguntas de sempre:

­

-- Nome?

­-- Carlos dos Santos.

­-- Idade?

-- 32 anos.

­-- O senhor bebe?

­-- Vou aceitar um golinho pra te acompanhar.

 


Votos: 0
Tags: dad    dicas    português    piada    ambiguidade    beber 

|

Segunda-feira, 13 de julho de 2009 06:02 am

João Guimarães Rosa ensinou


"Mestre não é quem sempre ensina, mas quem de repente aprende."


Votos: 0
Tags: dad    dicas    português    guimarães  rosa    citação 

|

Segunda-feira, 13 de julho de 2009 06:00 am

Guerra do pega aluno



O vestibular vem aí. Nas faculdades particulares, sobram vagas. Faltam candidatos. O jeito é dar um jeito. Na guerra do pega aluno no laço, vale tudo. Outdoors com propaganda se espalham cidade afora. Jornais exibem êxitos e mais êxitos dos estudantes de tal e qual curso. Tevês e rádios não se cansam de anunciar as vantagens de frequentar uma ou outra escola superior. Ufa!


As mais poderosas vão além. Imprimem minicadernos e os encaminham a possíveis interessados. O Antonio Marcello recebeu um. Folheou-o por mera curiosidade. Estava sentadinho, com os pés firmes no chão, quando leu este trecho em destaque: "Prepare-se. Depois de virar esta página, o seu entendimento sobre educação superior e sobre atendimento comunitário nunca mais serão os mesmos".


Petrificado, ironizou:

­

-- Parece que nesse centro universitário a maioria foram, o pessoal chegaram e a equipe de professores saíram.


***


É a história de mais um tropeço na concordância. O autor se esqueceu de que o verbo sofre de mal crônico. Denomina-se bajulação. O sujeito é o objeto do paparico. Aonde o adulado vai, o puxa-saco vai atrás. Esse servilismo se chama concordância verbal. O 1º mandamento: o verbo concorda em pessoa e número com o sujeito.


Trocando em miúdos: se o sujeito estiver no singular, o verbo também estará. Se no plural, idem. Mais: se o sujeito for da 1ª pessoa (eu, nós), o verbo não perguntará duas vezes. Também se flexionará na 1ª pessoa. E fará o mesmo com o sujeito na segunda (tu, vós, você, Vossa Senhoria) ou na 3ª (ele, Sua Senhoria). Em suma: O verbo é um incorrigível lambe-bota.


O assunto é mole, mole. Por que o tropeço? Porque a gente se descuida do mandachuva. No caso, o sujeito vem acompanhado de dois complementos. Ficou longinho do verbo. Não deu outra. Bobeira na certa:


Depois de virar esta página, o seu entendimento sobre educação superior e sobre atendimento comunitário nunca mais serão os mesmos.


A oração tem um sujeito. É entendimento. Ele vem acompanhado de dois complementos. Um: sobre educação superior. O outro: sobre atendimento comunitário. Ora, o verbo tem compromisso com o sujeito. Só com ele concorda: ...o seu entendimento nunca mais será o mesmo.



Votos: 0
Tags: dad    dicas    português    concordância  verbal 

|


« primeira    « anterior    
Mostrando (5371-5400) de 7693 resultados.