Segunda-feira, 06 de abril de 2015 01:00 pm

Leitor pergunta


Repetir de novo é pleonasmo?  (Tereza Costa)


Pode ou não ser pleonasmo. Repetir é dizer outra vez. Você repetiu só uma vez? Não use de novo. Mais de uma vez? Ufa! É de novo.

Votos:
Tags: dad    dicas    português      repetir  de  novo    pleonasmo    leitor  pegunta 

|

Segunda-feira, 06 de abril de 2015 12:00 pm

Roldão Simas escreve


“A mídia, não se sabe bem a razão, adotou de forma descabida a expressão por conta de em vez de por causa d e ou devido a . É praga como empregar gênero em vez de sexo . Gênero se aplica a categoria gramatical. E sexo aos animais. Por exemplo: Mulherão é uma palavra do gênero masculino, aplicada a uma pessoa do sexo feminino.”


Votos:
Tags: dad    dicas    português      por  conta  de    gênero    sexo    propriedade  vocabular    modismo 

|

Domingo, 05 de abril de 2015 12:15 am

Viva!


 

"A Páscoa chegou e os chocolates devem estar morrendo de inveja de você. Sabe por quê? Porque você tem Talento, Pretígio, vale mais que Ouro Branco e brilha mais que Diamante Negro. Merece receber uma Serenata de Amor e viver um lindo Sonho de Valsa. Quem tem a sua amizade pede BIS. (Therezamaria Luciola)



Votos:
Tags: dad    dicas    português      páscoa    chocolate    therezamaria  lucciola 

|

Domingo, 05 de abril de 2015 12:10 am

Desta pra outra 1


Páscoa é palavra hebraica. Quer dizer passagem. Bem antes de Moséis vir ao mundo, os pastores nômades comemoravam a data. Cantavam e dançavam pela despedida do inverno e a chegada da primavera. Na nova estação, a neve se ia. Os campos se cobriam de pastagens. Os alimentos abundavam.


Mais tarde, os judeus adotaram a Páscoa. Lembravam, com sacrifícios, a saída do povo de Israel do Egito — a passagem da escravidão para a liberdade. No livro
Êxodo , a Bíblia conta a história. Em 325, os cristãos instituíram a Páscoa. Com ela, exaltam a ressurreição de Cristo — a passagem da morte para a vida. Para católicos e protestantes, a Páscoa simboliza a morte vicária. Jesus morreu em nosso lugar. Para salvar-nos.

Votos:
Tags: dad    dicas    português      etimologia    páscoa 

|

Domingo, 05 de abril de 2015 12:08 am

Desta pra outra 2


Vem pro meu lugar, vem


A religião fala em morte vicária. A língua, em termo vicário. Ambas têm dois pontos comuns. O primeiro: a substituição. A morte de Cristo substituiu a dos homens. O termo vicário toma o lugar de outro citado. O segundo: o objetivo nobre. Jesus salvou as pessoas. O termo vicário evita repetição.


Oba! O português tem alergia ao mais do mesmo. Para evitar a monotonia, convocou pronomes e verbos. É o caso do pronome pessoal da 3ª pessoa (ele, ela, lhe, o, a) e do verbo fazer. Compare:


Maria tem triplo expediente. Maria trabalha das 8h às 18h. Depois, estuda.

Maria
em dose dupla? Ninguém merece tanta monotonia. Vem, vicarinho:

Maria tem triplo expediente. Ela trabalha das 8h às 18h. Depois, estuda.


***


Telefonei pra Paulo. Na ocasião, dei a Paulo instruções para a prova.

Xô, repetição! Vem, variedade:


Telefonei pra Paulo. Na ocasião, dei-lhe instruções para a prova.


***


Viu Luís de longe. Mesmo assim, cumprimentou Luís.


Melhor variar:


Viu Luís de longe. Mesmo assim, cumprimentou-o.



Votos:
Tags: dad    dicas    português      vicário    termos  vicários    pronome  pessoal    fazer 

|

Domingo, 05 de abril de 2015 12:04 am

Desta pra outra 3



Fazer substitui


Há pessoas sem caráter. E verbos também. O campeão da gangue é fazer. Num piscar de olhos, lá está ele no lugar de outro. Quer ver?


Os sem-terra ameaçaram invadir a fazenda. Num piscar de olhos, invadiram a fazenda.

Pobreza de estruturas, não? Melhor apelar para o vicário:


Os sem-terra ameaçaram invadir a fazenda. Num piscar de olhos, fizeram-no.



Votos:
|

Domingo, 05 de abril de 2015 12:01 am

Desta pra outra 4



Vicário no folclore


A frase jocosa atribuída a Jânio Quadros entrou no folclore político. Nela, o bigodudo abusou do vicário:

— Por que o senhor renunciou?, perguntaram os repórteres.
—    Fi-lo (renunciei) porque qui-lo (quis renunciar), respondeu o homem da vassourinha.


Votos:
Tags: dad    dicas    português      vicário    páscoa    folclore  político    jânio  quadros    fi-lo  porque  qui-lo 

|

Domingo, 05 de abril de 2015 12:00 am

Desta pra outra 5


Achei!


“Você sempre quis que alguém morresse de amor por você. Jesus morreu.” (Tainha Ferreira)



Votos:
Tags: dad    dicas    português      vicário    páscoa    jesus 

|

Sábado, 04 de abril de 2015 12:10 am

Diquinhas infantis 45


Votos: 1
Tags: dad    dicas    português    diquinhas  infantis      curupira    hífen    joão-de-barro 

|

Quarta-feira, 01 de abril de 2015 03:00 pm

Erramos


"Enquanto certos animais se adaptam bem às cidades, outros são mais comuns em hábitats naturais", escrevemos na pág. 16. Ops! Quanto excesso! Habitat dispensa o acento e o adjetivo. Todo habitat é natural. Melhor: Enquanto certos animais se adaptam bem às cidades, outros são mais comuns nos próprios habitats.

 

Votos:
Tags: dad    dicas    português      erramos    pleonasmo    acento    habitat    habitat  natural 

|

Quarta-feira, 01 de abril de 2015 03:00 pm

Fale certo

Votos:
Tags: Fsle  certo    dad    dicas    português    grafia    x    faixa    ditongo 

|

Quarta-feira, 01 de abril de 2015 10:15 am

Como se diz?


Tóxico pertence à equipe de táxi. O xis de ambas as palavras se pronuncia do mesmo jeitinho. Os derivados vão atrás: taxista, taxímetro, intoxicar, antitóxico.

Votos:
Tags: dad    dicas    português      pronúncia    tóxico 

|

Quarta-feira, 01 de abril de 2015 10:10 am

Menor é melhor


Fim de semana? Final de semana? Ambas as formas merecem nota 10. A preferível? No estilo contemporâneo, menor é melhor. Fico com fim de semana . E você?

Votos:
Tags: dad    dicas    português      estilo    fim  de  semana    final  de  semana 

|

Quarta-feira, 01 de abril de 2015 10:00 am

Duas vítimas


Duas abreviaturas sofrem mais que pacientes do SUS. Uma é a forma preguiçosa de apartamento. Bastam duas letras pra dar o recado — ap. Mas muitos insistem em lhe acrescentar peso  indesejável . Xô, satanás! A outra é a redução de professor. Prof . é a pequenina nota 10. O feminino ganha um azinho indicador do gênero (profª). O masculino não tem nada com isso.

Votos:
Tags: dad    dicas    português    abreviatura    professor    professora    apartamento 

|

Quarta-feira, 01 de abril de 2015 05:00 am

Pega na mentira 1


Mentira? "É a verdade que não soube encontrar sua ocasião", disse Raul de Leoni. "É uma verdade que se esqueceu de acontecer", emendou Mário Quintana. E completou: "É a verdade que enlouqueceu". Machado de Assis a considera tão involuntária quanto a respiração. Seja lá o que for, seja lá o que a motive, a mentira faz parte do cotidiano.


Daí por que o povo sabido lhe dedica uma data especial. É hoje. Como todas as datas comemorativas, a efeméride tem pedigree. Nome próprio, escreve-se com as letras iniciais grandonas: Dia da Mentira, Dia dos Pais, Dia das Mães, Dia da Pátria, Dia da Criança, Dia dos Namorados . Ufa!

Votos:
Tags: dad    dicas    português      grafia    datas  comemorativas    Dia  da  Mentira 

|

Quarta-feira, 01 de abril de 2015 01:00 am

Pega na mentira 2


Memória de elefante


O que faz o mentiroso? Mente. Há quem diga que o inventor de histórias tem perna curta. Rapidinho se denuncia. Não falta quem discorde. Ele só mancará se lhe faltar memória. Será? Pelo sim, pelo não, vale relembar a conjugação do verbo mentir. Irregular,  ele joga no time de preferir . Na primeira pessoa do singular do presente do indicativo , troca o e pelo i. A mudança aparece no filhote presente do subjuntivo: minto, mente, mentimos, mentem; que eu minta, ele minta, nós mintamos, eles mintam . No mais, o enganador se flexiona como os irmãozinhos da 3ª conjugação -- menti, mentiria, mentirão .

Votos:
Tags: dad    dicas    português      pega  na  mentira    mentir    verbo    conjugação 

|

Terça-feira, 31 de março de 2015 12:00 pm

Erramos


"A autarquia também envolveu as escolas para a escolha do mascote e o jingle da campanha", escrevemos na pág. 17. Ops! Trocamos o gênero de mascote. A palavra é feminina sim, senhores: A autarquia também envolveu as escolas para a escolha da mascote e o jingle da campanha.

 

Votos:
Tags: dad    dicas    português      gênero    mascote 

|

Terça-feira, 31 de março de 2015 10:00 am

Gritaria


Manchete do Correio Braziliense de ontem: "1,2 milhão vai perder o emprego até o fim do ano". Leitores protestaram. Choveram e-mails e telefonemas. "O verbo não deveria estar no plural?", perguntavam todos. A resposta: não. O verbo concorda com o número que está antes da vírgula. No caso, 1 — singular. Eis exemplos: 0,45 milhão, 1,87 bilhão, 2,35 milhões, 400,2 trilhões.

 

Votos:
Tags: dad    dicas    português    concordância    fração    vírgula 

|

Terça-feira, 31 de março de 2015 12:00 am

Desafios do ministro da Educação


Renato Janine Ribeiro vai assumir talvez o mais desafiador ministério do governo Dilma Rousseff. Professor da mais respeitada instituição de ensino do país, Janine tem bagagem intelectual para responder às urgências da área responsável pela formação dos brasileiros — do nível básico ao superior.


Será tarefa árdua. A pasta serve de exemplo da distância que separa palavras e ação. Cantada em prosa e verso como prioritária por sucessivos governos, não viu promessas se concretizarem. Ao contrário. Colhe os frutos de descasos que afugentaram os talentos do magistério e puseram o Brasil na rabeira de nações desenvolvidas e emergentes.


Salvo raras exceções, só busca a carreira de professor a pessoa que não consegue êxito em outras que gozam de mais prestígio. Não constitui segredo a importância do recrutamento. Estudantes cujo histórico não passa da média (e não raro fica abaixo da média) dificilmente têm condições de promover os avanços por que o setor clama.


Observa-se queda preocupante dos concluentes dos cursos de licenciatura. Entre 2012 e 2013, o Censo do Ensino Superior, divulgado pela MEC, registrou redução de 22 mil formandos. Daí por que escolas dos ensinos fundamental e médio sofrem com a falta de docentes de disciplinas estratégicas como português, matemática, física e química.


Equiparar o salário dos professores aos dos profissionais mais bem pagos é medida necessária mas não suficiente. Urge implantar plano de carreira que premie resultados e meritocracia. A capacitação é chave para a preparação do trabalhador e, com ela, a obtenção de melhor desempenho e produtividade crescente.


Não só. A política dos temporários exige revisão imediata. É inaceitável a figura do professor tapa-buraco. Sem compromisso com currículo, aprendizagem e sequência de conteúdo, ele assume a turma para evitar que os discentes fiquem sozinhos. O trágico é que temporários viram permanentes por inércia — sem o necessário comprometimento com a causa.


Não se deve ao acaso, pois, a qualidade do ensino ministrado nas escolas de norte a sul do país. O aluno é a maior vítima da tragédia em que se transformou a educação. Gestão amadora, professores descomprometidos, bibliotecas mortas, material didático de baixa qualidade, laboratórios, quando existentes, inativos, insegurança interna e externa são questões que exigem resposta eficaz e contemporânea. Esperar resultado diferente com a manutenção dos velhos problemas é ingenuidade ou má-fé — tudo de que o país não precisa. Nem suporta.


( Editorial de hoje do Correio Braziliense )

Votos:
Tags: dad    dicas    português    tragédia    enem    editorial    desafios  ministro  educação 

|

Segunda-feira, 30 de março de 2015 05:45 pm

Cochilos da revisão


Flatônio José da Silva

No título "Corrupção pune fundos de pensão", saiu o seguinte:



1.
"O sistema de previdência complementar fechado brasileiro é sólido e têm solvência para enfrentar crises" .

Corrigindo:
tem .

Explicação - Erro de concordância: o sujeito no singular, embora longo (O sistema de previdência complementar fechado brasileiro), exige o verbo igualmente no singular.



2.
"A entidade (o fundo de pensão Previ) diz que apesar das oscilações dos mercados , a gestão dos investimentos minimizou impactos negativos" .

Corrigindo: A entidade diz
que , apesar das oscilações dos mercados , a gestão dos investimentos minimizou impactos negativos.

Explicação - Erro de pontuação: a expressão intercalada "apesar das oscilações dos mercados" tem de ficar entre vírgulas.




Votos:
Tags: dad    dicas    português    cochilos  da  revisão    flatônio  josé  da  silva    vírgula    concordância    tem    têm    pontuação 

|

Segunda-feira, 30 de março de 2015 05:00 pm

Erramos


"O Detran não precisa usar armas e nem fazer blitzes", escrevemos na pág. 14. Viu o desperdício? Nem quer dizer e não . Antecedê-lo da conjunção é mais do mesmo. Xô! Melhor: O Detran não precisa usar armas nem fazer blitzes.

 

Votos:
Tags: dad    dicas    português      erramos    e  nem    redundância 

|

Segunda-feira, 30 de março de 2015 11:00 am

É assim


A abreviatura de professor é prof. De professora, profa. Viu? Só o feminino ganha a vogal indicadora de gênero.

Votos:
Tags: dad    dicas    português    abreviatura    professor    professora 

|

Segunda-feira, 30 de março de 2015 10:40 am

Mesmo time


O contrário de malfeito é benfeito sim, senhores.

 

Votos:
Tags: dad    dicas    português      grafia    benfeito    malfeito 

|

Segunda-feira, 30 de março de 2015 10:15 am

Leitor pergunta


Ajude-me numa velha dúvida: "nsino a distância" tem crase? (Pedro Jorge Hatem)


Crase, Pedro, é como aliança no anular esquerdo. Indica casamento. No caso, de dois aa. Em geral, de preposição e artigo. Ora, para que haja união, os dois pares precisam estar presentes. É aí que mora a questão. Distância , na locução a distância , não tem artigo. Duvida? Na traseira de ônibus e caminhões aparece o aviso "mantenha distância" — assim, sem artigo.


Quando for indicado o tamanho da distância, cessa tudo o que a musa antiga canta. O artigo diz presente. A crase também. Compare: Siga o carro a distância. Siga o carro à distância de 50m. Logo , ensino a distância.


Votos:
Tags: dad    dicas    português    cochilos  da  revisão    crase    a  distância    à  distância    leitor  pergunta 

|

Segunda-feira, 30 de março de 2015 10:00 am

Tempos modernos


As siglas são gente da casa. Curtinhas, combinam com o tempo moderno. Estamos sempre apressados. Daí a regra de ouro "menor é melhor". Mas nem tudo são flores. Volta e meia, pintam dúvidas sobre a grafia das pequenas. Adauto Ferreira quer jogar luz sobre as incertezas. Pediu ajuda ao  blogue. Leitor manda, não pede.


Escrevem-se todas as letras grandonas em duas ocasiões.


1. se a sigla tiver até três letras: PM (polícia militar), PR (Presidência da República), UTI (unidade de terapia intensiva), PIB (Produto Interno Bruto), ONU (Organização das Nações Unidas), TAM (Transportes Aéreos de Marília)


2. se as letras forem pronunciadas uma a uma: INSS (Instituto Nacional de Seguridade Social), BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social), FNDE (Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação)


No mais, só a inicial é maiúscula: Detran (Departamento de Trânsito), Embrapa (Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária), Cedoc (centro de documentação).


Votos:
Tags: dad    dicas    português      sigla    grafia    plural 

|

Domingo, 29 de março de 2015 12:00 am

Caixa-preta, pra que te quero?



Que triste! Avião da Germanwinds caiu nos Alpes franceses. Morreram 150 pessoas. Entre elas, turminha de adolescentes que faziam intercâmbio. O que provocou a tragédia? Há hipóteses. Fala-se em ato terrorista. Mas a certeza só virá com as completas revelações da caixa-preta. Caixa-preta? É só o nome. Ela é laranja. A cor viva torna-a mais visível.

Por falar em laranja…


A reforma ortográfica fez artes na língua. Uma delas: cassou o hífen de palavras compostas de três vocábulos ou mais ligados por preposição, conjunção, pronome. É o caso de pé de moleque, mula sem cabeça, dor de cotovelo, tomara que caia, mão de obra, testa de ferro. É o caso também do triozinho de cores: cor de laranja, cor de gelo, cor de marfim.


Exceção? Só uma. É cor-de-rosa. A cor preferida de menininhas e meninonas mantém o tracinho. Por quê? A lei que tratou da reforma ortográfica a citou como exceção. Citou também água-de-colônia e pé-de- meia (poupança).


Sem generalização


Na língua nem todos são iguais perante a lei. Existem os mais iguais. A reforma ortográfica poupou as composições de seres dos reinos animal e vegetal: joão-de-barro, bicho-de-pé, cana-de-açúcar, pimenta-do-reino, castanha-do-pará.


Votos:
Tags: dad    dicas    português      caixa-preta    laranja    cores    grafia    hífen 

|

Sábado, 28 de março de 2015 12:00 am

Diquinhas infantis 44


O Negrinho do Pastoreio


Era uma vez um menino muito pretinho e muito pobre. Tão pobre que nem tinha nome. Ele trabalhava para um fazendeiro rico e mau. Todos os dias, pastoreava o gado. Cedinho, levava cavalos para pastar. À noite, voltava com eles.  Os vizinhos  o chamavam de Negrinho do Pastoreio. E acreditavam que era afilhado da Virgem Maria.


Um dia, o Negrinho perdeu um cavalo. Apanhou muito, muito mesmo. Cheio de dor, partiu em busca do animal. Achou-o. Mas estava tão cansado que dormiu. O cavalo fugiu de novo. O estancieiro ficou furioso. Bateu  mais forte  no menino. Bateu tanto que o garoto desmaiou. Não satisfeito, o homem mau jogou-o num formigueiro para que as formigas o comessem.


No dia seguinte, foi ver o que restou do  corpo . Ops! Levou um baita susto. Lá estava o Negrinho de pé, com a pele lisinha. Ao lado dele, a Virgem Maria olhava para o afilhado com carinho. Até hoje quem perde alguma coisa pede ajuda ao  garoto . Ele encontra o objeto. Mas só o entrega se a pessoa acender uma vela para a madrinha.

 

Lenda


O Negrinho do Pastoreio é uma lenda meio cristã e meio africana. Nasceu no Rio Grande do Sul no fim do século 19. Foi lá pelo ano de 1880. A história ajudou os brasileiros na luta pelo fim da escravidão no país.

 

Mau e mal


O fazendeiro era mau.

O Negrinho era bom.

 

Viu? O contrário de mau é bom

 

O Negrinho dormiu mal.

 

Olho vivo! O contrário de mal é bem . (Pôr em destaque)

 

Agora você


Complete com mau ou mal:


Eu sou o lobo ………

Lobo………., lobo ………….

Eu pego as criancinhas

Pra fazer mingau.


E screva o contrário do versinho :


Eu sou o lobo ………

Lobo………., lobo ………….

Eu pego as criancinhas

Pra fazer bombom.

 

Resposta

Eu sou o lobo mau / Lobo mau / lobo mau / Eu pego as criancinhas / Pra fazer mingau.

Eu sou o lobo bom / Lobo bom, lobo bom / Eu pego as criancinhas / Pra fazer bombom.

 

Votos:
Tags: dad    dicas    português    diquinhas  infantis      negrinho  do  pastoreio    mau    mal 

|

Sexta-feira, 27 de março de 2015 05:00 pm

O segundão



“Como? Será?”, perguntam gregos, romanos, goianos e baianos. Investigador diz que copiloto teria deliberadamente assumido controle do avião e provocado a queda”. Ao divulgar a notícia, pintou a dúvida. Como escrever copiloto? Com hífen? Sem hífen? Procura daqui, pesquisa dali, eureca! O prefixo co- tem alergia ao tracinho. Com ele é tudo colado: coordenação, coerdeiro, coautor. E, claro, copiloto.


Votos:
Tags: dad    dicas    português      grafia    hífen    co    copiloto 

|

Sexta-feira, 27 de março de 2015 01:00 pm

Erramos


"…a falta de planejamento teve papel importante na crise energética, ressaltou o atual presidente da comissão", escrevemos na pág. 4. A tual sobra, não? Se não é atual, é ex-presidente. Melhor: a falta de planejamento teve papel importante na crise energética, ressaltou o presidente da comissão.

 

Votos:
Tags: dad    dicas    português      erramos    estrutura  da  frase    atual 

|

Quinta-feira, 26 de março de 2015 05:50 pm

Erramos


"O ir e vir já não é como algumas decadas atrás", escrevemos na pág.18. Cadê o acento? O gato roubou. Melhor devolvê-lo: O ir e vir já não é como algumas décadas atrás.

Votos: 1
Tags: dad    dicas    português      erramos    acentuação  gráfica    década 

|


« primeira    « anterior    
Mostrando (31-60) de 7830 resultados.