Sábado, 01 de setembro de 2012 12:02 am

Lavar as mãos


Em tempos de julgamento do mensalão, o que os colunistas mais fazem? Tentam antecipar posições. Nem sempre acertam. Para prevenir críticas, lembram provérbio de tempos idos e vividos: "Cada cabeça, cada sentença". Com ele, fazem as vezes de Pilatos. Lavam as mãos.


De onde vem o dito? Vem lá do latim. Na língua dos Césares, dizia-se "Tot capita, tot sententiae". A frase pegou. Ganhou espaço em peças de teatro, discursos políticos, fala do povo e, claro, matérias jornalísticas. Os brasileiros irreverentes preferem outra frase: "Ninguém pode prever a cabeça do ju i z e o xixi do bebê".

 

Votos:
Tags: dad    dicas    português    etimologia    cada  cabeça    cada  sentença 

|


« primeira    « anterior    
Mostrando (1-30) de 1 resultados.
   próxima »    última »