Sexta-feira, 19 de setembro de 2014 10:22 pm

Agenda de muita resistência...

A agenda da velocidade no fim de semana começa com um número, que ajuda a entender bem o título do post: 81. Que são os carros que, entre hoje e domingo estarão no circuito texano de Austin para uma dobradinha inédita entre o Mundial de Endurance e o norte-americano da modalidade, o TUSC – os mais detalhistas podem até lembrar que as duas dividiram o grid em Sebring, mas com etapas separadas é a primeira vez. E isso que eu não estou contando as máquinas do IMSA World Challenge, que também integram a programação. Considerando-se que do outro lado do Atlântico temos a última prova do Blancpain Endurance Series, os 1.000km de Nurburgring (não é mundial de GT, embora muita gente insista no contrário), e está formada a festa. Lógico que temos F-1 em Cingapura, com os rádios ainda a todo vapor, e o Rallycross na etapa alemã de seu primeiro Mundial, sem contar o kart e a reta decisiva da Nascar, bem como as competições verde e amarelas. Tudo para mostrar que, como é o caso sempre a esta altura dos campeonatos, tem atração para todos os gostos...

Internacional

Mundial de Fórmula 1: 14ª etapa – GP de Cingapura
Mundial de Endurance (FIA WEC): quarta etapa – 6h de Austin
Mundial de Rallycross: nona etapa – Estering (ALE)
Mundial de Kart (categorias KF e KJ): Essay (FRA)
Tudor United Sportscar Championship: penúltima etapa – Lone Star Endurance (Austin)
Nascar Sprint Cup: 27ª etapa – Sylvania 300 (New Hampshire)
Nascar Nationwide Series: 26ª etapa – Kentucky
Nascar Camping World Truck Series: Unoh 175 (New Hampshire)
Blancpain Endurance Series: quinta etapa – 1.000km de Nurburgring
Global Rallycross Championship: sétima etapa – Los Angeles (rodada dupla)

Nacional
Brasileiro de Rali (Velocidade): quarta etapa – Ponta Grossa (PR)
Gaúcho de Endurance: quinta etapa – Tarumã
Taça Minas Gerais de Kart: primeira etapa – RBC Racing (Vespasiano)

Na telinha
Sábado (20)

7h   F-1: GP de Cingapura (terceiro treino livre)                 Sportv
10h F-1: GP de Cingapura (treino oficial)                           Sportv/Globo (*)
14h Nascar Camping World: etapa de Kentucky                Fox Sports 2
20h30 Nascar Nationwide Series: etapa de New Hampshire  Fox Sports 2

Domingo
(21)
9h    F-1: GP de Cingapura                 Globo
15h  Nascar Sprint Cup: etapa de New Hampshire    Fox Sports 2



Votos:
|

Sexta-feira, 19 de setembro de 2014 04:53 pm

O que quer que seja, tem meu apoio...

O blog já falou ao longo de seus cinco anos da odisseia envolvendo a equipe Brabham, que deixou de ser da família do fundador, o tricampeão Jack, falecido este ano; passou para as de Bernie Ecclestone e, em seguida, foi de um monte de gente, entre a qual está um irmão de James Hunt e um grupo japonês (Middlebridge) que manteve o time em sua última encarnação na F-1, com direito a lançar um certo Damon Hill. A família mesmo, que manteve a dinastia e chega agora à terceira geração, só podia se valer do sobrenome, sem interesses comerciais ou que fosse para homenagear a memória do patriarca.

Pois eis que David, o filho do meio de Jack, um dos mais sensacionais pilotos de endurance das últimas décadas (Geoff é o mais velho, e quem lembra do time Nissan nos tempos da IMSA – anos 1980 – com certeza sabe de quem se trata, enquanto Gary teve a vida interrompida num acidente no Inglês de F-3000), resolveu postar esta mensagem em seu perfil no Twitter. Que pode ser interpretada de várias formas, e a mais lógica é relativa a seus herdeiros Sam e Matthew, que desbravam as pistas norte-americanas. Teremos de novo máquinas de corrida com o nome Brabham? Um kart, que seja? Ou uma equipe para levar a dupla ao topo? A resposta, a própria imagem diz, será conhecida quarta-feira. Mas o que quer que seja para trazer de volta um nome de peso ao automobilismo merece todo o apoio. Especialmente por conta da marca registrada ao lado... É coisa séria...




Votos:
|

Quinta-feira, 18 de setembro de 2014 09:18 pm

TC3: Melhor não mexer com quem está quieto...

Era uma vez um italiano chamado Marcelo Lotti que pôs na cabeça que era possível criar um Mundial de Turismo não em etapa única como se fez em algumas temporadas, ou em duplas e com máquinas do Grupo A, tal como foi o caso na década de 1980 – tempo dos Ford Sierra, BMW M3, Holden Commodore e outros mais (havia um Europeu praticamente com status de competição planetária). Pois em 2005, com o suporte da Eurosport, rede de canais esportivos de TV por assinatura, nascia o FIA WTCC, que inaugurava o regulamento Super 2000 (motores 2.000cc aspirados), com a promessa de custos limitados e participação maciça das montadoras.

Que foi e é um sucesso se torna quase desnecessário dizer, já que o certame segue firme e forte e foi capaz de atrair pilotos como sua majestade Sebastien Loeb. Mas, depois de leais e bons serviços, il signore Lotti foi dispensado no fim de 2012 e suas funções passaram a ser exercidas por Eric Neve, ex-manager da Chevrolet no mesmíssimo WTCC e François Ribeiro, diretor da Eurosport. Até onde consta, não porque fosse necessária qualquer mudança, ou algo tivesse sido feito de errado.

Pois eis que Lotti apenas esperou a poeira baixar e, com toda a experiência acumulada e a poderosa rede de contatos, resolveu armar o contra-ataque. A partir de 2015, o automobilismo internacional vai ganhar uma nova série: o TC3 International Series. Até o nome tem sua razão de ser e não deixa de alfinetar os ex-parceiros – TC1 e TC2 são as atuais categorias do WTCC.

E qual é a ideia? Reunir carros como os Seat León (foto) que disputam um campeonato na Europa (a Eurocup); ou modelos desenvolvidos por preparadores e equipes, mesmo sem o apoio das fábricas. Os motores serão turbo (gasolina ou diesel) de 2.000cc, com cerca de 320cv, o câmbio será standard para todas as máquinas e as corridas terão, em média, 60 quilômetros, sendo curtas e rápidas justamente para atender o interesse da TV. O formato de qualificação é até desnecessário dizer de onde veio, e o objetivo é, no primeiro ano, realizar 12 etapas, três delas em solo americano (Lotti trouxe o WTCC a Curitiba, pode perfeitamente repetir a dose com a nova criatura). Com times já confirmados e a perspectiva de se criar campeonatos nacionais, o Mundial tem tudo para ganhar uma forte concorrência. Foram mexer com quem estava quieto...


Votos:
|

Segunda-feira, 15 de setembro de 2014 02:41 pm

Será?

Quem levantou a bola foi o norte-americano John Dagys, simplesmente o cara (ou um deles) em se tratando da endurance internacional. Periodicamente a FIA atualiza seu ranking de pilotos, que serve de base para a montagem dos times nas categorias que envolvem profissionais e amadores (LMP2/GTEAm/GT3/GTD) nas competições chanceladas pela entidade – em especial o Mundial (FIA WEC). E a última versão da lista, revelada dia 11, inclui um certo Emerson Fittipaldi. Ora, quem não quer correr não está entre os citados, o que quer dizer que há fumaça e muito provavelmente fogo. E onde mais o bicampeão mundial de F-1 e das 500 Milhas de Indianápolis gostaria de acelerar a não ser na prova que organiza e representa, as 6h de Interlagos, dia 30 de novembro?

Daí em diante é tudo pura especulação, mas não custa lembrar que ano passado ele desenferrujou ao comandar o protótipo Dimep com direito a carona a Roberto Carlos (bicho, muitas emoções...) na própria pista paulista. E que se tem 67 anos, um certo Paul Newman correu em Daytona com 80. Talvez um protótipo de última geração (mesmo um LMP2) seja fisicamente exigente em excesso, mas nada impede a participação num GT de ponta, uma Ferrari (aí seria sensacional corrigir uma injustiça histórica, o fato de ele nunca ter corrido numa máquina com o Cavallino Rampante), por exemplo? E o sobrinho Christian é ranqueado FIA (lidera o TUSC, nos EUA). O neto Pietro ainda é novo demais para encarar uma maratona destas, mas ainda tem o irmão Wilsinho, o genro Max Papis... É torcer para que se concretize, seria sensacional... Em tempo, Emmo foi caracterizado como piloto Bronze, por conta da inatividade e da idade...


Votos:
|

Sexta-feira, 12 de setembro de 2014 10:14 pm

Agenda de decisão e estreia...

Ainda estamos em setembro, mas já estamos em setembro. Entendeu? Achou que é loucura da minha parte? Eu explico: ao mesmo tempo em que entramos na reta final de 2014, e é normal que os principais campeonatos do esporte motor comecem a viver um clima decisivo, tem série fazendo sua estreia a esta altura. Não por atrasos ou falta de planejamento, mas justamente porque este era o objetivo desde o começo. A Formula E, campeonato comentado no post abaixo, disputado com máquinas 100% movidas a eletricidade, resolveu apostar no modelo do futebol (europeu), com uma temporada 2014/2015, que percorre seus primeiros metros nas ruas em torno do Ninho de Pássaro, em Pequim. E que só no meio do ano que vem revelará o primeiro campeão.

Mas, como eu comentava, a Indy já encerrou as atividades (oficiais) e agora as atenções se voltam para a Nascar Sprint Cup, que inicia domingo, em Chicagoland, seu Chase, as 10 provas que indicarão, entre os 14 ungidos, quem será o campeão do ano. E ainda tem Mundial de Rali na Austrália; de Moto GP em Misano Adriatico; DTM, ELMS, Renault World Series e, por estas bandas, ou quase, já que a F-Truck se apresenta em Córdoba, na vizinha Argentina, a Stock Car e o Brasileiro de Turismo agitam o Velopark, de Nova Santa Rita. Aproveite e acelere...

Internacional
Mundial de Motociclismo: 13ª etapa – GP de San Marino (Misano)
Fórmula E: 1ª etapa – Pequim
Mundial de Rali (WRC): 10ª etapa – Coffs Rally Australia
Renault World Series: 7ª etapa – Hungaroring
Europeu de F-Renault:  5ª etapa  – Hungaroring
European Le Mans Series (ELMS): 4ª etapa – Paul Ricard
DTM: 8ª etapa – Lausitzring
Super Formula:  Autopolis
Nascar Sprint Cup: 27ª etapa – Myiafibstory.com 400 (Chicagoland)
Nascar Nationwide Series: 26ª etapa – Jimmy John’s Freaky Fast 300 (Chicagoland)
Nascar Camping World Truck Series: 15ª etapa – Lucas Oil 225 (Chicagoland)
Sul-Americano de F-4: quarta etapa – El Pinar (URU)

Nacional
Brasileiro de Stock Car: 8ª etapa – Velopark (RS)
Brasileiro/Sul-Americano de F-Truck: 7ª etapa – Córdoba
Brasileiro de Turismo: 6ª etapa – Velopark (RS)
Taça Minas Gerais de Kart: primeira etapa – RBC Racing (Vespasiano)
Mineiro de Marcas e Pilotos: terceira etapa – Mega Space
Mitsubishi Cup: 5ª etapa – Indaiatuba

Destaques da telinha
Sábado (13)
1h         Fórmula E: etapa de Pequim (treino classificatório)                           Fox Sports
4h30     Fórmula E: etapa de Pequim (corrida)                                              Fox Sports
7h30     Mundial de Motociclismo: GP de San Marino (treinos oficiais)          Sportv
14h       Stock Car: etapa do Velopark (treinos oficiais)                                 Sportv2
17h45   Nascar Nationwide Series: etapa de Chicagoland                             Fox Sports

Domingo (14)
6h30     Mundial de Motociclismo: GP de San Marino (Moto 3/Moto 2/Moto GP)          Sportv
8h30     DTM: etapa de Lausitzring                                                             Bandsports
11h       Stock Car: etapa do Velopark (rodada dupla)                                 Sportv
13h       F-Truck: etapa de Córdoba               Band
15h       Nascar Sprint Cup: etapa de Chicagoland                                       Fox Sports 2

* A programação é de responsabilidade das emissoras

Votos:
|


« primeira    « anterior    
Mostrando (1-5) de 1498 resultados.